Empreendimentos imobiliários de luxo surgem à margem do antes decadente Miami River, incluindo sofisticado projeto da lendária Aston Martin

O Miami River, que corta a paisagem da bela cidade de mesmo nome, já foi cenário de muita sujeira, pequenos estaleiros, lojas simples de artigos para pesca e marinas com velhas embarcações. Na década de 1980, quando o tráfico de drogas em Miami era intenso, traficantes circulavam pela região.

Mas agora as áreas próximas ao rio estão atraindo investimentos vindos do desenvolvimento imobiliário, transformando o bairro de Brickell, parte da região costeira e ilhas de barreira que protegem Miami Beach, em um ponto sofisticado e fervilhante. Há fortunas investidas em condomínios extravagantes e outras construções por ali.

Projeto audacioso

As autoridades da Flórida criaram uma comissão para melhorar a condição do rio em 1998. Em 2004, operários iniciaram um processo de limpeza e desobstrução que durou quatro anos, aprofundou o rio em um metro e custou US$ 89 milhões, valor dividido entre as autoridades federais, estaduais e municipais. Quando o trabalho foi feito, os incorporadores imobiliários, que começavam a encontrar escassez de terrenos no sul da Flórida, decidiram reconsiderar a área. A revitalização e as construções maravilhosas percebidas hoje são resultados disso.

Luxo com assinatura Aston Martin

O melhor exemplo da ascensão vivida pela região está no empreendimento imobiliário assinado pela Aston Martin, consagrada marca britânica de carros esportivos de alto desempenho.

São 66 andares em construção perto da foz do Miami River. Quando o terreno foi colocado à venda, causou guerra de ofertas, e uma incorporadora argentina adquiriu o lote por US$ 125 milhões, recorde para o sul da Flórida. As unidades mais caras do condomínio custam até US$ 50 milhões.

Com o projeto todo concebido pela equipe de design da Aston Martin em conjunto com a incorporadora G and G business, o interior das residências e áreas comuns serão influenciados pelo design da marca, especialmente a linha Fibonacci.

Ficou interessado? É possível agendar um passeio de barco com a BRG International, responsável pela comercialização das unidades, para conhecer a região em que estará o Aston Martin Residences. A ideia é adiantar a exclusividade do edifício: uma marina, onde atracarão os iates dos moradores. “A previsão de entrega é para o ano de 2022. Cerca de 20% dos apartamentos já foram vendidos. Desse total, 40% para brasileiros”, afirma Matias Alem, fundador da empresa.

Fonte: Divulgação