Arquitetas especialistas em projetos litorâneos dão dicas para evitar dores de cabeça

Algumas pessoas aproveitam o inverno para fazer a manutenção básica residencial. A estação mais seca e estável facilita alguns reparos específicos como rodapés, troca de telhas trincadas, rachaduras nas paredes, goteiras. Esses problemas são comuns a todos os tipos de moradia, certo? Mas e a casa da praia, como cuidar? Como prolongar a vida útil dos mobiliários, estruturas e pintura? Especialistas em projetos de arquitetura e decoração nas regiões litorâneas, as arquitetas Ieda Ferrassa e Tehura Pickler prepararam algumas dicas que vão salvar o dia. Confira!

Mobília ao ar livre

Não há espaço para trazer mobília ao ar livre dentro com mau tempo? Certifique-se de mantê-los cobertos durante os meses de inverno, caso a casa não seja utilizada nesse período. Mas, em vez de comprar capas de móveis caros, proteja as cadeiras e mesas de jardim cobrindo-as com grandes sacos de plástico. Se você tiver móveis de metal, aplique um pouco de vaselina nas áreas mais vulneráveis a ferrugem para evitar que enferrujam durante o inverno. A vaselina também pode ser aplicada nos fios de todas as lâmpadas da área externa. O que desacelerá o processo de corrosão. Dê ao seu deck uma nova camada de selante, se necessário.

Inspecione sua chaminé e lareira

Verifique a chaminé e certifique-se de que esteja livre de detritos ou ninhos. Abra e feche a chaminé para verificar o funcionamento correto. Inspecione os tijolos e juntas de argamassa de uma chaminé de tijolos e tenha quaisquer aberturas consertadas.

Cuidando da Pintura

Mantenha as superfícies pintadas em bom estado, raspando qualquer tinta lascada e descascada e manchando as superfícies expostas. O uso de tintas emborrachadas e elásticas, com base elastomérica são ideias para área externa, com durabilidade superior em relação as tintas acrílicas. Para área interna, sugerimos o uso de tintas acrílicas semibilho

Telhado e Esquadrias

Ao utilizar telhas cerâmicas a impermeabilização é fundamental, para reduzir os efeitos de cristalização dos sais de areia. As telhas de concreto com acabamento de verniz acrílico, prolonga a limpeza da superfície da telha, por exemplo.

Madeira, alumínio e PVC são os materiais mais comuns para esquadrias. Entre eles, a madeira exige maior manutenção e vedação. O importante, ao reforçar sua proteção é usar um fundo para protegê-la. Atenção especial para dobradiças que devem ser de inox para evitar corrosão pela maresia.

A pintura eletrostática pode ser aplicada no alumínio, garantindo baixo grau de aderência de sujeiras. Esse material tem excelente resistência a corrosão. Lembre-se de trocar as borrachas a cada três anos, sempre levando em conta o desgaste do material. Com ótima vedação e resisitência as adversidades, o PVC, apesar de não aceitar pintura, apresenta a melhor caixilharia e isolamento térmico. A lubrificação das articulações precisa ser feita ao menos uma vez por ano.

Rachaduras

A mudança de temperatura e umidade e o desgaste natural podem causar rachaduras e retrações nos vedantes das janelas. Verifique suas janelas e portas por dentro e por fora quanto a vazamentos e correntes de ar. Calafetar rachaduras ou instalar o tempo descascando em torno de janelas e portas, incluindo a porta da garagem. Substitua as telas por janelas de tempestade e limpe-as, se necessário.

Fonte: Divulgação