Não comer chocolates antes de dormir e avaliar o melhor tipo de produto são dicas valiosas

No dia 7 de julho é comemorado o Dia Mundial do Chocolate. O produto, quase unanimidade na preferência de adultos e crianças, gera polêmica quando o assunto é a saúde dos dentes.

Segundo o especialista Edmilson Pelarigo, sócio fundador da OrthoDontic (maior rede de clínicas de ortodontia do País), o alimento exige mais atenção que o normal. “Com alta concentração de açúcar, é preciso cuidado redobrado ao consumir chocolates. A atenção com a higiene é fundamental”, explica Pelarigo.

O especialista explica que o açúcar está presente em todos os tipos de chocolate, por isso, é preciso que a ação de higienização seja imediata após o consumo. “Para quem usa aparelho, por exemplo, é alto o risco do chocolate ficar acumulado entre os dentes e os brackets, e chocolates com amendoim e outros itens crocantes também podem danificar o aparelho”.

A sócio fundador da OrthoDontic reuniu outras dicas importantes para quem quer comer chocolate sem culpa:

Não demore para fazer a escovação

O que favorece a formação de placa bacteriana que resulta em cárie não tem a ver com a quantidade de chocolate ingerida, mas com o tempo que o açúcar permanece na boca. A substância fermenta, tornando-se ácida e corroendo o esmalte do dente. O ideal é consumir o chocolate como sobremesa, após as principais refeições de modo que a higienização venha logo em seguida.

Cuidado com as crianças

Crianças muito pequenas (com cerca de até 3 anos) não são capazes de realizar a correta higienização bucal, necessitando, portanto, de auxílio de um adulto. Além de controlar a ingestão açúcares em excesso, é preciso atentar a escovação e a utilização obrigatória do fio dental. Nesta fase, a saúde bucal dos filhos é responsabilidade dos pais.

Não coma chocolates antes de dormir

A salivação é grande aliada da saúde bucal, diminuindo a concentração de bactérias e microrganismos instalados na boca. À noite, enquanto dormirmos, este processo se torna menos intenso, tornando a região da cavidade bucal mais vulnerável à proliferação bacteriana. Ingerir açúcares neste período sem realizar a higienização com muita atenção pode favorecer o desenvolvimento de cáries.

Avalie os tipos de chocolate

Os chocolates brancos têm maior concentração de açúcar em função da ausência do cacau. Isso não significa que não possa ser consumido, contudo, vale o alerta novamente para o cuidado com a higienização imediata. Os chocolates com recheio, por sua vez, grudam nos dentes com facilidade. Aqui vale verificar se não ficaram vestígios nos dentes durante a escovação.

O chocolate amargo é composto em cerca de 70 ou 80% de cacau, e, portanto, tem menos açúcar. Pesquisas comprovam que a fruta, que confere ao doce um gostinho mais amargo, também possui componentes anticariogênicos, contribuindo com higienização prevenindo cáries. Contudo, isso não é razão para deixar a escova de lado, pois o açúcar está presente em todos os tipos de chocolate.

Cuidado extra para quem usa aparelho

Para quem usa aparelho ortodôntico, vale a ressalva para chocolates com nozes, castanhas e outros ingredientes crocantes. Em função dos brackets, que podem ser danificados, um cuidado especial na hora de mastigar é essencial.

Fonte: Divulgação