Cirurgião plástico Giancarlo Dall’Olio explica sobre a cirurgia de pálpebra

Também conhecida como blefaroplastia, a cirurgia de pálpebra melhora a aparência das pálpebras superiores, inferiores, ou de ambas. A cirurgia proporciona aparência rejuvenescida na área ao redor dos olhos, fazendo com que o olhar pareça mais descansado e alerta. E por que a pálpebra fica flácida? A genética, idade, exposição ao sol são fatores determinantes.

Quais os sinais de que preciso operar?

• Excesso de depósito de gordura que pode se manifestar como inchaço nas pálpebras superiores;

• Pele frouxa ou flacidez que cria dobras ou incomoda o contorno natural da pálpebra superior, às vezes prejudicando a visão;

• Excesso de pele e rugas finas na pálpebra inferior;

• Bolsas sob os olhos;

• Queda das pálpebras inferiores;

• “Olhar cansado ou caído”.

A blefaroplastia é geralmente realizada em homens e mulheres adultos. Quando bem indicada a cirurgia é relativamente simples, mas exige cuidados com o pré-operatório e ambiente cirúrgico adequado.

De acordo com o cirurgião plástico Giancarlo Dall’Olio, durante o procedimento há a retirada do excesso de pele, na sequência realiza-se o tratamento das bolsas de gordura e alguns outros procedimentos que podem ser diferentes em cada paciente. A cicatriz é mínima e fica praticamente imperceptível em poucos meses. “Esse procedimento é praticamente indolor mas a volta ao trabalho, que não exija esforço físico, pode acontecer 3 dias após a cirurgia”, explica Dall´Olio.

Fonte: Divulgação